Você sabia?

A Engimplan tem uma enorme preocupação em relação ao cuidado com o meio ambiente, por isso os processos de fabricação são pensados de modo a proporcionar o menor impacto possível no meio ambiente. Todos os processos da Engimplan são elaborados de modo que não gerem rejeitos, apenas resíduos sólidos. Mas qual a diferença? De acordo com a Lei nº 12.305, de 2 DE AGOSTO DE 2010[1], institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos.

Art3°

 Inciso XV Rejeitos: Resíduos sólidos que, depois de esgotadas todas as possibilidades de tratamento e recuperação por processos tecnológicos disponíveis e economicamente viáveis, não apresentem outra possibilidade que não a disposição final ambientalmente adequada;
Inciso XVI Resíduos sólidos: Material, substância, objeto ou bem descartado resultante de atividades humanas em sociedade, a cuja destinação final se procede, se propõe proceder ou se está obrigado a proceder, nos estados sólido ou semissólido, bem como gases contidos em recipientes e líquidos cujas particularidades tornem inviável o seu lançamento na rede pública de esgotos ou em corpos d’água, ou exijam para isso soluções técnica ou economicamente inviáveis em face da melhor tecnologia disponível.


Mas qual a vantagem para o meio ambiente em gerar resíduos sólidos e não rejeitos? Resíduos sólidos podem ser reciclados ou utilizados como insumos para processos produtivos de outro segmento.
Na Engimplan reciclamos o máximo de resíduos sólidos possível, e aqueles que não são possíveis de tratativas internas são encaminhados para uma empresa parceira especialista que realiza um processo de coprocessamento. Esse processo faz com que o nossos resíduos sólidos virem insumos para uma indústria cimenteira. Isso mesmo, o nosso “lixo” não passível de reciclagem é transformado em combustível para processo de indústria no ramo da construção civil. Para total controle de nossas ações de descarte, as atividades são parametrizadas e suas conformidades analisadas por meio de auditorias periódicas. Viu como levamos a sério o meio ambiente aqui na Engimplan?

 

Texto por:
Eng. André Luis Corroque
Assuntos Regulatórios

[1] BRASIL. Lei nº 12.305, de 2 DE AGOSTO DE 2010. Institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos. Diário Oficial da União Brasília, DF, p. 2, 03 de agosto de 2010.

 

DID YOU KNOW ENGIMPLAN GENERATES IN ITS PRODUCTIVE PROCESSES ONLY SOLID AND NOT REJECTED WASTE?

Our company has a huge concern about caring for the environment; the manufacturing processes are designed to have as less impact on the environment as possible. All Engimplan processes are designed so that they do only solid waste. But what’s the difference? According to Law No. 12,305, of August 2, 2010. Institutes the National Policy on Solid Waste.

3th Article:
ITEM XV WASTE: SOLID WASTE THAT, AFTER ALL POSSIBILITIES OF TREATMENT AND RECOVERY BY TECHNOLOGICAL AVAILABLE PROCESS ARE RECOVERED, THERE ARE NO OTHER POSSIBILITY OTHER THAN THE FINAL DISPOSAL; ITEM XVI SOLID WASTE: MATERIAL, SUBSTANCE, PURPOSE OR WELL DISPOSED RESULTING FROM HUMAN ACTIVITIES IN SOCIETY, WHOSE FINAL DESTINATION IS PROCEEDED, PROVIDED OR IS COMPLIED WITH, IN OR WITHOUT THE STATES OR BESIDES LIQUIDS WHICH PARTICULARITIES MAY MAKE YOUR RELEASE IN THE PUBLIC SEWAGE NETWORK, OR REQUIRE THIS TECHNICAL OR ECONOMICALLY UNFEASIBLE SOLUTIONS FOR THE BEST TECHNOLOGY AVAILABLE;

What is the advantage for the environment in generating solid waste and non-waste? Solid waste can be recycled or used as input for other follow-up production processes. At Engimplan we recycle as much solid waste as possible, those that are not possible for internal treatment are forwarded to a specialist partner company that performs a co-processing process. This process causes our solid waste to become input to a cement industry. That’s right, our non-recyclable “waste” is turned into process fuel for the construction industry. For full control of our disposal actions, activities are parameterized and their compliance analyzed through periodic audits.
See how seriously we take the environment here at Engimplan!

Comentários

Comentários