Dia Internacional da Mulher Mulheres falam de igualdade, respeito e desafios enfrentados no dia-a-dia

Em 8 de março o mundo comemorou o Dia Internacional da Mulher. Para celebrar essa data especial, ouvimos algumas de nossas colaboradoras sobre suas percepções e de como se veem no universo feminino.
A força, o empoderamento, a doçura e a sensibilidade sem perder o foco nas realizações pessoais. Esses e outros atributos se destacam quando o assunto é ser mulher na atualidade.
Um dos desafios enfrentados diariamente por muitas mulheres é a jornada dupla de trabalho, que é conciliar o trabalho e os cuidados com a casa e família.
Silvana Cardoso Cabral, Operadora de Máquina a Laser há 15 anos na Engimplan, conta como lida com isso. “Para mim, isso já faz parte da rotina do dia a dia, nada como um boa noite de sono para restaurar minhas energias para o dia seguinte”, declara Silvana.
Também há 15 anos na Engimplan, Maria Aparecida dos Santos comenta as conquistas e o que deve ser mantido. “Mulher precisa de respeito, é preciso respeito pela nossa liberdade, para fazermos igual ou até mais que os homens”, afirma.
“Ser mulher pra mim é um conjunto de coisas que passa pela criatividade, ternura e acolhimento, cada uma do seu jeito, é a energia da vida que está em todas nós e nos une. Isso vai além das nossas escolhas, hoje posso dizer que sou forte simplesmente porque consigo ser e me sentir mulher”, acrescenta Maria, que trabalha como Operadora de Embalagem e Rotulagem.
A Coordenadora de Compras, Daniela Fernanda Maris fala das dificuldades de enfrentar a jornada dupla. “Não é nada fácil, temos que ser verdadeiras malabaristas, ainda estou aprendendo a administrar o tempo e as dificuldades que aparecem. Conciliar trabalho, casa e filho, mas adoro o que faço e sigo em frente dia após dia”, acrescenta Daniela, colaboradora há 12 anos.
“Sexo Forte. A força em meio a delicadeza, o afeto em meio as responsabilidades e o amor em meio aos deveres do dia a dia”. Assim a colaboradora Maria de Fátima Trevisan resume o que é ser mulher. Na Engimplan há 13 anos Maria de Fátima fala sobre o que representa a Engimplan em sua vida. “Trabalhar na nesta empresa é uma condição essencial hoje, não somente pela manutenção financeira, mas para a dignificação da vida”, enfatiza.
O Dia Internacional da Mulher surgiu em 1909, no dia 20 de fevereiro, em Nova York numa jornada de manifestação pela igualdade de direitos civis e em favor do voto das mulheres.

“Ser firme nas decisões, sensíveis, focadas nas multitarefas, saber falar e saber ouvir” – Silvana Cardoso Cabral

“É um conjunto de coisas que passa pela criatividade, ternura e pelo acolhimento, cada uma do seu jeito, é a energia da vida que está em todas nós e nos une. Isso vai além das nossas escolhas, hoje posso dizer que sou forte simplesmente porque consigo ser e sentir mulher.” – Maria Aparecida dos Santos

“É ser forte, batalhadora, feminina, mãe, esposa, vó, guerreira, mas acima de tudo “É o que você der conta de ser um dia de cada vez” – Daniela Fernanda Maris

“Sexo Forte. A força em meio a delicadeza, o afeto em meio as responsabilidades e o amor em meio aos deveres do dia a dia” – Maria de Fátima Trevisan

Comentários

Comentários